Google+ Seguidores

Leitura sem fronteiras - Tradutor

domingo, 8 de julho de 2012

Que tal cotas sociais para o poder legislativo?

Cotas sociais para o poder legislativo

A discussão gerada pela implantação do sistema de cotas, sejam elas raciais ou sociais, para ingresso nas universidades públicas brasileiras é intensa e acalorada. Concordando ou não com a implantação desse sistema, é importante aproveitarmos esse "precedente" para democratizar o Brasil e reparar injustiças históricas de vez.
Os defensores do sistema de cotas falam sobre a urgente necessidade de democratização, universalização e aprimoramento do sistema educacional brasileiro. A nossa questão é: Por que não ampliar essa democratização para toda a sociedade brasileira?
Por que não criar um sistema de cotas para preencher as vagas do poder legislativo brasileiro e assim termos a realidade do nosso país na Câmara dos Deputados, tanto estaduais quanto federais, no Senado e nas Câmaras de Vereadores de todo o país?
Nós elegemos os nossos representantes, assim nada mais justo do que implantar o sistema de cotas sociais no poder legislativo brasileiro. 
No Brasil, são eleitos 81 senadores, 513 deputados federais, 1059 deputados estaduais e mais de 60.000 vereadores. Pelo sistema de cotas, essas vagas deveriam ser preenchidas levando em conta o perfil da sociedade brasileira.
Só para exemplificar, em 2010, cerca de 21% da população pertenciam as classes A e B, 53% pertenciam a classe C e 25% as classes D e E. Assim, a composição do Senado e das Câmaras deveriam respeitar esse percentual, havendo vagas para que os menos favorecidos possam ter voz e sejam capazes de lutar por direitos de toda uma classe.
Esse é apenas uma proposta incipiente. Se você concorda, divulgue essa ideia. Se discorda, mostre o seu ponto de vista. Acrescentem novas ideias, afinal o importante é movimentar o debate para fazer do Brasil um país menos desigual.

Realização:


Apoio:


4 comentários:

  1. Adorei esse artigo e gostaria de posta-lo em meu facebook, para que meus alunos possam refletir sobre o assunto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, fique a vontade para postar e usar os textos, um abraço

      Excluir
  2. Gostei do texto. Fico refletindo sobre quais interesses são, de fato, considerados na hora de legislar e qual o caminho para a verdadeira representação dos cidadãos brasileiros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que muitos passam os 4 anos apenas recebendo, sem fazer nem um projeto de lei, nem pensando na hora de votar, sendo sempre a favor do que o partido manda. O texto é mais para reflexão, além de ser uma crítica indireta as cotas para universidades.

      Excluir