Google+ Seguidores

Leitura sem fronteiras - Tradutor

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Homem inseto


Chiquinho Scarpa pretende enterrar o seu carro favorito

O empresário Chiquinho Scarpa quer enterrar um Bentley Continental no quintal de sua mansão, nos Jardins, em São Paulo. O anúncio do enterro foi feito na página de Scarpa no Facebook, na segunda (16/09) e "confirmado" nesta terça-feira (17/09).
Nesta terça, ele postou a foto de um buraco, onde diz que vai enterrar o carro. "Para quem está duvidando, ontem mesmo já comecei a fazer o buraco no jardim para enterrar meu Bentley! Até o fim da semana eu enterro ele!", disse. Um Bentley novo - atualmente, a versão comercializada é a Flying Spur - custa entre R$ 925 mil e R$ 1,075 milhão.
Na segunda-feira, Scarpa postou uma foto ao lado de seu veículo, com uma ave de estimação na mão. Na legenda, o anúncio do enterro: “Decidi fazer como os faraós: essa semana vou enterrar meu carro favorito, o Bentley, aqui no jardim de casa!! Enterrar meu tesouro no meu palácio rssss”. A data do enterro não foi informada pelo empresário na rede social.
Segundo Scarpa, a decisão foi tomada após ele assistir a um documentário “muito interessante” sobre os faraós do Egito, que eram enterrados junto com suas riquezas na época do Egito Antigo. “Eles enterravam toda a sua fortuna para ter uma vida confortável ‘do outro lado’!”, disse o empresário na rede social.
Por volta das 11h desta terça-feira, a foto já tinha mais de 1.700 curtidas, 700 compartilhamentos e quase 1 mil comentários. No horário, o empresário ainda não havia sido localizado pelo G1 para comentar o assunto.
Fonte: Folha do Sertão


A Opinião:

Alguns seres humanos são como insetos que são atraídos pela luz, não conseguem ficar longe e o Chiquinho Scarpa é um desses insetos.
Há tempos foi processado pelo príncipe de Mônaco por afirmar ter se relacionado com a princesa Caroline de Mônaco. O processo foi retirado após um pedido de desculpas. Já afirmou ser dono de uma "criação de anões", que alugaria para trabalhar como garçons, e de um escravo pessoal em Marrocos.
Agora após o tempo que ficou afastado dos holofotes, apela para mais uma extravagância. Dessa forma, ofendendo a maioria do povo que sofre com os baixos salários e as injustiças sociais, consegue a exposição de que tanto precisa.
É uma pequena mostra de uma parte da elite idiota e egoísta que habita nosso país. O excêntrico playboy assistiu a um documentário interessante, mas esqueceu de prestar atenção, afinal o faraó é enterrado junto com o tesouro e como seria bom que pessoas como Chiquinho Scarpa fossem enterradas junto com os tesouros acumulados e melhor ainda seria se enterrassem também a ganância e a volúpia da ostentação.
Termino o texto com uma frase muito inteligente dita pelo jogador de futebol Ramirez: "O dinheiro não muda as pessoas, apenas mostra quem elas são."


terça-feira, 17 de setembro de 2013

Educação a distância cresce mais que a presencial


Educação a distância cresce mais que a presencial

A educação a distância (EAD) cresceu mais que a educação presencial de 2011 a 2012. Em um ano, houve um aumento de 12,2% nas matrículas da EAD, enquanto a educação presencial teve um aumento de 3,1%. Apesar do crescimento, o ensino a distância ainda representa 15,8% das matrículas. Os dados são do Censo da Educação Superior de 2012, divulgados hoje (17/09) pelo Ministério da Educação (MEC).
O índice do ensino fora de sala de aula ainda é baixo, segundo o ministro da Educação, Aloizio Mercadante. "Quando olha para a OCDE [Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico], quase a metade das vagas é a distância. Temos espaço para crescer". Ele ressalta que é preciso garantir a qualidade do ensino. A intenção é ampliar a oferta nas instituições federais. De acordo com o censo, a maior parte das matrículas em EAD está na rede privada (83,7%) e é oferecida por universidades (72,1%). 
No ensino presencial, o ministro destacou o crescimento das matrículas nos cursos tecnológicos, que aumentaram 8,5% de 2011 a 2012. Segundo Mercadante, o crescimento foi significativo, embora os cursos concentrem apenas 13,5% das matrículas. As matrículas de bacharelado cresceram 4,6% e representam 67,1% do total, enquanto nos cursos de licenciatura, o crescimento foi 0,8% - 19,5% das matrículas são em licenciatura.
Quanto ao turno, em 2012, mais de 63% dos estudantes presenciais de graduação estudavam à noite. Na rede privada, 73% das matrículas é nesse turno. Na rede federal, a maior parte das matrículas, 70% é no turno diurno. O ministro explica que o ensino noturno é importante para que parcela da população que precisa trabalhar tenha acesso ao ensino superior.
"Temos aumentado a oferta de ensino noturno nas federais também, mas essas instituições mantêm também o diurno", diz. "O ensino diurno permite mais tempo ao estudo. Quem estuda no noturno em geral trabalha durante o dia. No diurno, estuda-se em um turno e trabalha-se no contraturno. Na média, o diurno tem desempenho acadêmico melhor que o noturno".
Os cursos com maior número de alunos no Brasil são administração (833.042), direito (737.271) e pedagogia (602.998). Em seguida vem ciências contábeis (313.174), enfermagem (234.714), engenharia civil (198.326), serviço social (172.979), psicologia (162.280), gestão de pessoal (157.753) e engenharia de produção (129.522).   
O censo aponta que o ensino superior atingiu, no ano passado, 7.037.688 de matrículas na graduação, o que representa crescimento de 4,4% em relação a 2011. O número de calouros foi 2.747.089, um crescimento de novas matrículas de 17,1% em relação a 2011. O número de concluintes teve uma variação menor, 3,3%, passando de 1.016.713 em 2011 para 1.050.413 em 2012.
Fonte: Jornal do Brasil 
A Opinião:
A educação a distância cresce a cada ano. Quais serão os fatores que levam a esse fenômeno? 
Bem, primeiro é importante mostrar sob a lógica do capitalismo que procura reduzir custos com a finalidade de maximizar o lucro. E na educação a distância um professor (ou tutor) pode lecionar para um número muito superior de alunos, assim economiza na mão de obra. Outro fator é a redução de custos operacionais, afinal, sem a obrigatoriedade de manter um espaço físico muito grande, reduz-se bastante os custos com energia, água, pessoal de apoio, material de papelaria, impostos, aluguéis, móveis e equipamentos.
Além disso, é muito importante notar o avanço tecnológico no setor das telecomunicações. Assim, se torna possível a criação dessa grande rede e alcançar locais onde há escassez de escolas e universidades, desde que, é lógico, a internet chegue nessas localidades também. Falar que a educação a distância resolve os problemas de quem mora em áreas isoladas é ignorar que essas áreas, muitas vezes,  não são dotadas de redes de computadores.
Não acho legal colocar a educação a distância em confronto com a educação presencial, acredito que elas se complementam. A educação presencial ajuda a formar o cidadão, uma vez que socializa os indivíduos e a educação a distância oferece um pouco mais de liberdade aos alunos. Complementando será ótimo, não se pode deixar de utilizar as novas tecnologias a favor da educação e não se pode perder o convívio. Rivalizando começamos mal, uma não pode destruir a outra.

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Wi-Fi do vizinho


Wi-Fi do vizinho é canal de acesso a web para 7,1 mi de brasileiros, diz estudo


Apesar de ser alvo de contestação na Justiça, o wi-fi do vizinho é a porta de entrada para a internet para 7,1 milhões de brasileiros, de acordo com um levantamento divulgado nesta segunda-feira (16/09) pelo instituto de pesquisas Data Popular.
Para apurar as informações, a consultoria ouviu 2 mil pessoas de cem cidades, espalhadas por todos os Estados e Distrito Federal, em junho de 2013.
A prática é mais amplamente difundida entre internautas da classe média. Considerando apenas as pessoas que se enquadram nessa faixa de renda, 10% afirmaram ter acesso à internet via Wi-Fi do vizinho, enquanto o percentual é de apenas 4% entre as classes alta e baixa.
Segundo o Data Popular, o compartilhamento ocorre sobretudo quando as velocidades dos pacotes de internet são mais elevadas, o que explicaria a baixa presença do recurso entre a classe baixa.
Outra razão, aponta a consultoria, é a maior proximidade entre os vizinhos de classe média, o que faz com que apenas um contrate o serviço e o compartilhe com os outros. Nesse sentido, tem força a visão nessa classe de que a banda larga é um investimento, que eleva o fluxo de informação e amplia as possibilidades de trabalho.
O assunto vem sendo contestado na Justiça. Na última sexta-feira (13/09), o Tribunal Regional Federal da 1ª Região negou um recurso do Ministério Público Federal (MPF) que considerava crime o compartilhamento de sinal de internet.
O MPF argumentava que a prática é uma “atividade de telecomunicação” e repassar a terceiros é exploração clandestina da atividade. Isso infringiria a Lei Geral das Telecomunicações (lei nº9.472/1997), resultando em penas de dois a quatro anos aos infratores, que pode ser aumentada em até 50% caso haja dano a terceiros, além de multa de R$ 10 mil. O TRF, porém, refutou a tese, afirmando que se trata de “serviço de valor adicionado”.
Já na segmentação por idade, os jovens são os que mais utilizam o Wi-Fi do vizinho. Entre os entrevistados entre 16 e 25 anos, 21% disseram fazer o compartilhamento. A quantidade de adeptos cai conforme aumenta a idade: 8% das pessoas entre 26 e 39 anos; 3%, entre os que têm de 40 a 59 anos e nenhuma ocorrência entre internautas maiores de 60 anos.
Fonte: Portal G1



A Breve Opinião:


É ilegal ou apenas imoral? Solidariedade ou crime? Nesse evento é possível notar que para ser global, muitas vezes é necessário uma boa relação no local. 
O capitalismo adora usar diversos artifícios para escravizar os consumidores, mas os capitalistas se revoltam quando os consumidores suavizam as algemas.
Como chamaríamos esse evento? Doação? Sublocação? Enfim, o uso da internet causa dependência e, diante de uma necessidade, o usuário faz de tudo para manter o vício.
Não faço uso do wi-fi dos meus vizinhos, não acho correto, mas ao mesmo tempo não consigo condenar quem use e isso gera uma grande confusão na minha mente. É o nosso mundo louco nos contagiando.

domingo, 15 de setembro de 2013

E o conflito continua na Síria


Síria registra novos ataques após acordo entre EUA e Rússia


A Síria registrou novos ataques em redutos rebeldes de Damasco neste domingo (15/09), um dia após o acordo entre Estados Unidos e Rússia para remover as armas químicas do país. Ataques aéreos, bombardeios e ataques de infantaria no subúrbio de Damasco foram registrados na manhã deste domingo, depois de um recuo após o ataque químico de 21 de agosto, que provocou a ameaça de um ataque norte-americano. De acordo com a agência  Reuters, os ataques teriam sido feitos por aviões de guerra sírios contra redutos rebeldes da capital.
Outro atentado em uma estrada de Idleb deixou ao menos três pessoas mortas, incluindo jornalista que trabalhava para uma revista do governo, informou a agência oficial Sana. O ataque também deixou nove feridos e provocou danos materiais.
Pelo acordo firmado entre Estados Unidos e Rússia, a Síria terá de entregar em uma semana informação sobre seu arsenal de armas químicas para evitar um ataque. Se a Síria não cumprir os procedimentos para eliminar suas armas químicas, a ameaça de uso de força será incluída em uma resolução do Conselho de Segurança da ONU
Ao mesmo tempo em que se registraram os ataques, Damasco comemorou neste domingo o acordo entre Estados Unidos e Rússia para desmantelar o arsenal químico sírio, afirmando que ele "permitiu evitar a guerra", declarou o ministro sírio da Reconciliação, Ali Haidar.
"Nós saudamos este acordo. Por um lado, ajuda os sírios a sair da crise e, por outro, permitiu evitar a guerra contra a Síria ao deixar sem argumentos quem queria desencadeá-la", disse o ministro à agência estatal russa Ria Novosti.
"Este acordo foi possível graças à diplomacia e ao governo russo, é uma vitória para a Síria graças aos nossos amigos russos", disse Haidar.
O presidente Barack Obama disse que ainda poderá lançar ataques se Damasco não seguir o plano de desarmamento de nove meses da ONU desenhado por Washington e Moscou.
Os rebeldes sírios, chamando o foco internacional para o gás venenoso, evitaram comentar se o pacto poderia levar a conversas de paz e disseram que Assad retomou uma ofensiva com armas regulares agora que a ameaça de um ataque aéreo dos Estados Unidos diminuiu.
Fonte: Portal G1
A Opinião:
Desde a Invasão do Iraque pelos Estados Unidos, utilizando o mesmo argumento de agora no possível ataque a Síria, que é visível o "racha" no Conselho de Segurança da ONU. Essa divisão mostra o antagonismo entra o ocidente e o oriente, afinal temos de um lado Estados Unidos, Inglaterra e França e de outro China e Rússia.
Os estadunidenses atacaram o Iraque mesmo diante do veto dos orientais anteriormente, mas, agora, desgastados financeiramente por conta da crise de 2008, militarmente por estarem ocupados com o Iraque e o Afeganistão e principalmente, politicamente, uma vez que a malfadada "Guerra ao terror" gerou uma antipatia mundial em relação a politica externa dos Estados Unidos.
Já a Rússia mostrou força, ao conseguir no mínimo adiar o confronto militar, e conquistou a simpatia da Síria e à reboque das nações que condenam o imperialismo estadunidense.
Nesse evento o que é impressionante é essa "lógica ilógica". O ataque ocorreria por conta do uso de armas químicas que mataram centenas de pessoas, mas o conflito já matou milhares utilizando armas convencionais e continuará matando, principalmente agora que sabem que, em teoria, se não usarem armas químicas, não sofrerão retaliações. E mais, para livrar o povo da Síria dessa ameaça haveria um derramamento de sangue até superior ao visto até o momento.
De fato aquela região precisa de paz, mas é muito difícil ter paz quando muitos interesses conflitantes estão em jogo: petróleo, questões religiosas, estratégicas, étnicas e as inventadas por aqueles "vampiros gananciosos" sedentos por sangue.   

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Por que é tão difícil reagir?



Por que é tão difícil reagir?

Vivemos em um mundo lindo e repleto de momentos felizes e gloriosos, mas, apesar disso, muitos insistem em transformar beleza em feiúra, felicidade em tristeza e glória em desgraça. E o inacreditável é que quando isso acontece, mesmo dotados de razão, dificilmente reagimos.

Vejam um episódio que serve como exemplo dessas pessoas que tornam um mundo um lugar mais difícil para se viver:



No vídeo, já conhecido de grande parte dos internautas, a paciente está se sentindo muito mal e o médico se recusa a se levantar da cadeira para atendê-la. 

Alguns vão pensar o seguinte: "Mas hospital público é assim mesmo..." E esse discurso conformista, construído engenhosamente que dificulta uma ação de um povo que desconhece os próprios direitos e a história.

Esse médico, ao se formar, fez o seguinte juramento: 
"Eu, solenemente, juro consagrar minha vida a serviço da Humanidade. 
Darei como reconhecimento a meus mestres, meu respeito e minha gratidão. 
Praticarei a minha profissão com consciência e dignidade. 
A saúde dos meus pacientes será a minha primeira preocupação. 
Respeitarei os segredos a mim confiados. 
Manterei, a todo custo, no máximo possível, a honra e a tradição da profissão 
médica. 
Meus colegas serão meus irmãos. 
Não permitirei que concepções religiosas, nacionais, raciais, partidárias ou sociais intervenham entre meu dever e meus pacientes. 
Manterei o mais alto respeito pela vida humana, desde sua concepção. Mesmo sob ameaça, não usarei meu conhecimento médico em princípios contrários às leis da natureza. 
Faço estas promessas, solene e livremente, pela minha própria honra"

Após isso começa a trabalhar e aos poucos esse juramento perde o valor. Esse é um dos tipos que se tornou médico "porque dá dinheiro". Possivelmente ao longo da vida foi assim que aprendeu. Assim como ele, tá cheio de canalha por aí e a fórmula muda pouco, mas geralmente é assim...

A competição começa cedo,o cara nasce e se torna o xodó de todos até a chegada do novo bebê da casa. Dentro da própria família começa a disputa por atenção e geralmente os pais os estimulam a ser melhor do que os outros.

A competição se torna ainda mais intensa e interessante no seio escolar. Se destacar diante de tantos. Que desafio! Notas, aprovações, reprovações, diante da pressão aprende a colar e para crescer acha necessário pisar em outros. Encontra pela frente bons e maus professores, e provavelmente se espelha nos maus professores que fazem vista grossa ao seu comportamento torpe desde que corresponda com boas notas, não importam os meios, vale tudo para se dar bem. Assim, o infeliz vai obtendo a "flexibilidade moral" necessária para vencer não importa a que custo.

É importante também estar bem cercado, e um crápula já se une ao seu bando, afinal já se conhecem pelo cheiro. Já tem o advogado que vai livrar ele das acusações e se possível for, ainda incriminar a vítima. O psicólogo que vai mostrar os danos irreversíveis causados por anos de dedicação ao bem comum. O juiz amigo que olha o bolso e não a causa. O intelectual, que vai escrever um longo texto mostrando a injustiça que o canalha sofre. A grande mídia que o transformará em herói e vilão até que surja o novo patife. 

E finalmente o povo que mesmo com razão não reage porque é facilmente manobrável e que assiste a barbaridades como essas entre o futebol e a novela. Para perdoarem a si mesmos são conformistas e seguem com a eterna desculpa de que não conseguem mudar o mundo sozinhos. 

A vocês um recado: Não precisa mudar o mundo, apenas impeça o mundo de mudar você. Faça o que é correto, pense nos outros e não apenas em si. Lutem pelo bem comum. 

Você que batalha constantemente fazendo o que é certo vai ter razão nas suas reivindicações, mas o seu silêncio é o acabamento final de todo aquele processo de formação de canalhas que assolam o nosso mundo.   


quarta-feira, 19 de junho de 2013

Louvem a Copa das Confederações


Nossos agradecimentos

Gostaria de agradecer a Rede Globo e a revista Veja pela história de manipulações da verdade, sendo porta voz da ideologia dos corruptos que estão no poder.
Quero agradecer também aos nossos presidentes eleitos através do voto direto, por se esbaldarem com o dinheiro público e não cumprirem as promessas.
Não poderia me esquecer de agradecer aos participantes do esquema conhecido como "mensalão", por terem vendido a própria dignidade.
Meus queridos partidos políticos, que apoiam o governo em troca de cargos e assim administram o que não conhecem criando "líderes" como Aldo Rebelo, Marcelo Crivella, Renan Calheiros, José Sarney, João Paulo Cunha, Marco Feliciano e tantos outros que não se importam nem um pouco com quem os colocou lá dentro, se preocupando apenas em encher os próprios bolsos e garantir a riqueza da própria prole.
Um agradecimento muito especial aos lobistas, por colocarem panos quentes e ludibriarem o povo toda vez que um escândalo explodia.
Não posso me esquecer de agradecer a FIFA, por tratar o Brasil como um quintal se importando apenas com o dinheiro e esquecendo de analisar a história.
E quero aplaudir de pé quem teve a brilhante ideia de trazer a Copa do Mundo para o Brasil, porque assim poderiam gastar o que tinham e o que não tinham desviando caminhões de dinheiro e usando o que deveria ser usado em benefício da população para impressionar o mundo com uma máscara que cobre o território das cidades sede.
Muito obrigado de coração, porque sem vocês, o povo continuaria apático. Graças a vocês e ao exagero na hora de fazer a população de idiota que nos inflamamos e fomos às ruas. 
E não adiantou nem sucatear a educação e nem colocar as versões politicamente corretas nos livros didáticos, porque os alunos tinham vontade de entender o mundo e os professores lutaram com unhas e dentes para mostrar aos alunos onde estava o erro e o que fazer para melhorar.
Não adiantou sucatear a saúde, porque solidário é o sobrenome do povo brasileiro e os profissionais de saúde trabalham com o coração, não pensando apenas no dinheiro, são dignos!
Não adiantou colocar os policiais em uma sinuca de bico, afinal eles são parte do povo e ficaram entre a cruz e a espada quando surgia a dúvida entre obedecer os patrões e fazer o que é certo. Agora o povo entende que as manifestações pacíficas facilitam o trabalho dos policiais deixando-os com a consciência tranquila, afinal eles olham admirados para o povo que não foge a luta e mantém os empregos porque não podem fazer nada a não ser sorrir.
E por fim, não adianta achar que é apenas por vinte centavos. Embora o nome seja perfeito para o troco que a população está dando nesses canalhas!!  



sexta-feira, 7 de junho de 2013

Governo Obama monitora registros telefônicos


O Fato:


  • Governo Obama defende coleta de registros telefônicos

    O governo dos Estados Unidos vem coletando, de forma secreta, registros telefônicos de milhões de clientes norte-americanos da companhia Verizon sob uma ordem judicial secreta, segundo a presidente do Comitê de Inteligência do Senado, Dianne Feinstein. O governo Obama defendeu a necessidade da Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês) de coletar registros telefônicos dos cidadãos norte-americanos. 
    A democrata Feinstein disse nesta quinta-feira que a ordem judicial secreta para a coleta dos registros telefônicos é uma renovação de três meses para uma prática já em curso. Ela falou com os jornalistas durante uma coletiva de imprensa. 
    A coleta de registros telefônicos no país acontece há anos e era parte fundamental do programa de vigilância do governo de George W. Bush, informou um funcionário do governo nesta quinta-feira. A divulgação da coleta dos registros é a mais recente controvérsia a atingir o governo Obama. 
    O presidente também é alvo de questionamentos sobre as ações da receita federal em relação a grupos conservadores, o confisco dos registros telefônicos de um jornalista numa investigação sobre quem vazou informações para a mídia e a forma como o governo tratou o ataque terrorista contra a embaixada dos Estados Unidos em Benghazi, na Líbia, que resultou na morte de quatro norte-americanos.
    A Casa Branca não fez comentários formais sobre o assunto. O procurador-geral Eric Holder evitou perguntas sobre a questão durante apresentação perante um subcomitê do Senado. Ele sugeriu que a questão seja discutida uma sessão secreta. 
    A ordem foi emitida pelo Tribunal de Vigilância de Inteligência Estrangeira em 25 de abril e vigora até 19 de julho, informou o jornal britânico The Guardian. Pela ordem a Verizon, uma das maiores empresas de telecomunicações dos Estados Unidos é obrigada a fornecer "diariamente" à NSA informações sobre todas as ligações fixas e móveis dos sistemas da empresa, tanto dentro do território norte-americano quando entre os Estados Unidos e outros países. 
    O documento mostra, pela primeira vez, que no governo Obama os registros de comunicação de milhões de cidadãos norte-americanos são coletados indiscriminadamente e em massa, independentemente de as pessoas serem suspeitas ou não de algum delito.
    Fonte: O diário



    A Opinião:

    Essa é a maior democracia do planeta? Vigilância total! Controle total! Paranoia total!
    Há tempos que a política interna e externa estadunidense é pautada pela cultura do medo. Sempre precisam de um inimigo externo comum para unificar a população internamente e justificar ações injustificáveis. 
    No passado o grande vilão era o comunista, basta analisar os grandes vilões nas telas de cinema da década de 1980: máfia russa, máfia chinesa, vietnamitas ou ainda grupos que viviam além da cortina de ferro. 
    Nos últimos anos lutam incessantemente contra o terrorismo, mas, contraditoriamente, a arma utilizada para isso é o terror (principalmente o psicológico). Apresentam um mundo onde precisam lutar contra o mal que pode assolar a humanidade: seja uma gripe e suas inúmeras mutações (o curioso é que não tratam a causa dessas mutações, apenas remediam numa bela forma de aquecer o mercado farmacêutico), um grupo terrorista (que há tempos não se manifesta, para a sorte do mundo, mas o fantasma serve para aquecer o mercado de artigos voltados para a segurança), o tráfico de drogas (do qual são grandes consumidores, alimentando esse tráfico e ainda lucrando com a venda de armas) ou, agora, a luta contra a obesidade (a pergunta é: será que vão bater de frente com a poderosa indústria alimentícia ou vão culpar apenas os maus hábitos da população?)
    Alguém está surpreso em saber que os registros telefônicos são monitorados? Se a resposta for positiva espero que não seja tão ingênuo ou ingênua a ponto de acreditar que a sua internet  não é monitorada.
    Liberdade de expressão, mas uma liberdade vigiada. Democráticos, mas fazendo uso do poder unilateralmente. Yes we can!