Google+ Seguidores

Leitura sem fronteiras - Tradutor

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Somos 7 bilhões


O Fato:

População chega a 7 bilhões no planeta

Os países de todo mundo comemoram ontem com cerimônias a marca simbólica do bebê número 7 bilhões na população mundial, como confirmado pela Organização das Nações Unidas (ONU). Em pelo menos quatro países do mundo, Filipinas, Índia, Turquia e Rússia, foram escolhidos recém-nascidos “simbólicos” para lembrar essa marca da humanidade. “São iniciativas locais”, disse Rajat Ray, responsável na Índia pelo Fundo para a População das Nações Unidas. Segundo ele, a ONU escolheu a data para marcar os 7 bilhões de habitantes, “mas até o momento não precisou o lugar onde o bebê nasceria”.
Fonte: Bem Paraná
 

Até o momento da reportagem a ONU ainda não havia escolhido o local, mas agora esse local já é conhecido, assim como o bebê simbólico. Veja o vídeo abaixo:

 

A Opinião: 

Agora somos 7 bilhões. O momento é de comemoração ou de alerta? Será que vale a pena rever as teorias demográficas?

Se o bebê que simboliza essa marca tivesse noção do mundo ao qual acabou de vir, comemoraria ou tentaria voltar a barriga da mãe?

É engraçado que sempre que falamos em mundo melhor utilizamos os verbos no futuro e as desgraças vem no presente.

Que tal darmos mais valor ao que é bom hoje? Mudar o mundo agora? Lutar contra o conformismo que assola a humanidade?

Essa marca traz muito mais perguntas que respostas, mas o momento é de fato para se pensar. Principalmente em um mundo onde as coisas acontecem com muita velocidade e temos cada vez menos tempo para realizar o mais saudável dos hábitos: pensar!


domingo, 30 de outubro de 2011

Epidemias


A Ficção inspirada na realidade:

Ficção inspirada na realidade

O filme Contágio, do diretor Steven Soderbergh, estreou ontem nos cinemas brasileiros. O longa-metragem conta a história da rápida propagação mundial de um novo vírus transmissível pelo ar e que mata em poucas horas e dos esforços das autoridades de saúde e dos cientistas para identificar as causas e conter a pandemia. Em meio a fatos e boatos sobre a gravidade da situação, o pânico acaba se espalhando na sociedade mais rapidamente que o próprio vírus.
Diante da sinopse, impossível não lembrar da recente pandemia de gripe A provocada pelo vírus H1N1, que causou a morte de cerca de 18 mil pessoas, segundo estatísticas da Organização Mundial da Saúde (OMS). A vacina para a doença foi aprovada em setembro de 2009 (cinco meses após o surgimento do vírus) e gerou polêmica a respeito de sua segurança e de seus possíveis efeitos colaterais.
Apesar dos boatos, as autoridades de saúde do Brasil consideram que houve uma boa taxa de vacinação da população brasileira. Em agosto de 2010, a OMS anunciou o fim da pandemia do H1N1.
De volta à ficção, Contágio tem elementos que permitem ao espectador entender alguns dos processos envolvidos na investigação de uma epidemia e na corrida em busca da cura ou da prevenção de uma doença.
Segundo especialistas da área de saúde, presentes em uma sessão especial de lançamento do filme realizada ontem (28/10), muito do que é apresentado em Contágio guarda relação com a realidade, como o pânico instaurado na população. “Vivenciamos isso na pandemia da gripe H1N1”, disse Marilda Siqueira, chefe do Laboratório de Vírus Respiratório e do Sarampo do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz).
O infectologista Mauro Schechter, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro e um dos fundadores da Fundação para Pesquisa de Vacina, explicou que o patógeno do filme é inspirado em um vírus real presente em morcegos e inofensivo a esses animais, mas capaz de infectar porcos. No entanto, sua taxa de transmissão é muito maior que a do vírus real. “Além disso, o prazo [de dias] em que ocorre o desenvolvimento científico e a produção e aplicação da vacina no filme é irreal”, destacou.
Fonte: Ciência Hoje
A Opinião:

Será que o Brasil está preparado para enfrentar epidemias? 
Ano após ano sofremos com a dengue, o causador da doença é conhecido, porém apesar de todo o conhecimento está sendo difícil conter a doença.
A rede pública de hospitais sofre com a falta de investimentos. Os pesquisadores sofrem com a falta de verba visando a prevenção e cura de inúmeras doenças. E a educação, que permitiria maior eficácia nas campanhas de prevenção, está sempre em primeiro plano nos discursos políticos, mas nunca em primeiro plano nas ações governamentais.
Com tudo isso, não creio que o Brasil esteja preparado para uma situação como a descrita pelo filme. 
O caos não ficaria apenas por conta da falta de estrutura, mas também pela histeria coletiva do nosso povo subsidiada pela parte da mídia sensacionalista.

 

sábado, 29 de outubro de 2011

Ex-presidente Lula


O Fato:

Após diagnóstico de câncer, Lula sai de hospital em SP

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, por volta das 20h deste sábado, onde foi diagnosticado com câncer na laringe. O ex-mandatário despistou a imprensa na saída e não comentou sobre a doença. Ele foi para São Bernardo do Campo (ABC paulista), onde mora.

Segundo diagnóstico divulgado neste sábado pelo hospital Sírio-Libanês, Lula tem um tumor maligno e vai passar por sessões de quimioterapia. O tratamento terá início já na semana que vem.
O ministro da Secretaria-Geral da Presidência e ex-chefe de gabinete de Lula, Gilberto Carvalho, afirmou que os médicos "estão dizendo que em três meses têm como se curar com a quimioterapia". "Estamos todos muito preocupados, mas temos esperança da capacidade dele de superar obstáculos. Conhecemos sua energia e sua saúde. E se Deus quiser vai superar mais esse obstáculo," afirmou Carvalho, ainda.
Mais cedo, o médico gastroenterologista Raul Cutait afirmou que o ex-presidente reagiu "bem" à notícia de que tem câncer. De acordo com o ele, que não faz parte da equipe que cuida do político, Lula se comportou normalmente no quarto. "Ele está falando, conversando, está bem disposto", disse o médico na ocasião.
Segundo a assessoria do ex-presidente, o ex-chefe do Poder Executivo vinha se queixando de rouquidão e dor de garganta. O quadro fez com que o médico Roberto Kalil Filho, do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, aconselhasse o ex-presidente a realizar exames.
Ainda hoje, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, realizou uma visita de 20 minutos a Lula e disse que os exames certificaram que a doença não se espalhou pelo organismo. "Não houve mesmo metástase, os exames mostraram isso. Não se espalhou para outros órgãos", declarou. Além do apoio presencial, o petista recebeu solidariedade de diversos personagens políticos - tanto aliados como oposicionistas - por meios digitais.
Por meio de nota, um dos principais partidos adversários do governo, o PSDB, afirmou ter ficado preocupado com o petista. A agremiação disse em comunicado desejar que a recuperação "seja a mais rápida e bem sucedida". "O presidente Lula ainda tem muito a contribuir para o debate político nacional", afirmou, ainda.
O presidente do PSB e governador de Pernambuco, Eduardo Campos, um dos políticos mais próximos de Lula, comentou no Twitter que levou um susto ao saber da notícia, pois tinha participado da festa de aniversário do ex-presidente na quinta-feira e não notou problemas. "Lula é um bravo, um homem de muita disposição de luta. Além do mais, o boletim médico é tranquilizador. De maneira que, mais do que confiança, tenho fé que tudo isso será resolvido e que o nosso presidente Lula continuará sendo a grande referência do Brasil por muito tempo ainda", afirmou, por meio da assessoria.
Também pelo Twitter, o deputado federal Jean Wyllys (Psol-RJ) criticou a "humanidade de quem está sendo cruel com o presidente Lula". "Meu pai morreu de câncer após longo sofrimento. Sei quão terrível e degradante é essa doença para o corpo e pra alma", disse. Já o presidente nacional do PMDB, Valdir Raupp, disse que lamentava o diagnóstico e que agora é "hora de torcer e rezar por Lula". Por sua vez, o presidente do Senado e ex-presidente da República, José Sarney (PMDB-AP), afirmou que tem grande expectativa na pronta recuperação. "Ele é muito importante para o País", disse, por meio de um assessor.
Após queixa de dores de garganta, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva realizou uma série de exames na noite de 28 de outubro. Na manhã do dia seguinte, foi divulgado boletim médico do Hospital Sírio-Libanês, de São Paulo, informando que foi diagnosticado um tumor maligno na laringe, que seria inicialmente tratado por quimioterapia.
O câncer na região da laringe é mais comum entre homens e o de maior incidência na região da cabeça e pescoço. Os principais fatores que potencializam a doença são o tabagismo e o consumo de álcool. Já os sintomas são: dor de garganta, rouquidão, dificuldade de engolir, sensação de "caroço" na garganta e falta de ar.
Fonte: Portal Terra
A Opinião:

Essa é uma doença terrível, o mundo precisa fazer um esforço para investir em pesquisas para prevenção e cura, é difícil enfrentar algo quando se conhece tão pouco.
Aprendi a respeitar o ex-presidente Lula, principalmente pela determinação e por ter aprendido rapidamente o jogo político.
Tenho contra ele o fato de algumas vezes ir contra os princípios que defendia apenas para se manter no poder, mas o que ninguém pode negar é que conseguiu lutar sem desistir, venceu e se tornou respeitado internacionalmente.
Torço para que ele se recupere, é um mal que não desejo nem para o meu pior inimigo.

Conheçam o trabalho da Casa de Apoio a Criança com câncer de Santa Teresa através do link abaixo:


Toda a ajuda é bem-vinda, não vale torcer apenas por quem é famoso.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Brasil usa crise mundial para ganhar espaço político


A Análise da Reuters:

Brasil usa crise mundial para ganhar espaço político

Por Jeferson Ribeiro e Tiago Pariz
BRASÍLIA (Reuters) - A crise europeia está abrindo uma janela de oportunidade diplomática para o Brasil e o governo sabe disso.
Diante dos apelos que vêm da zona do euro para que os emergentes auxiliem na recuperação da região, a decisão dentro do Palácio do Planalto é de que, sim, o país pode ajudar, mas quer contrapartidas que o fortaleça diante do cenário político-econômico global.
O alvo vai desde ampliar poderes dentro de organismos internacionais, como o Fundo Monetário Internacional (FMI), até ganhar status maior dentro do cenário externo.
Fontes do governo e especialistas ouvidos pela Reuters concordam que o momento é bom para fortalecer o país lá fora, e ressaltam que o caminho econômico é o mais adequado.
"A atitude brasileira é legítima e justificada. As nações e as economias se fortalecem neste tipo de situação (de crise internacional)... Acho legítimo que o país busque ocupar o espaço que lhe cabe", afirmou uma importante fonte da equipe econômica à Reuters.
A intenção já tem ficado clara em discursos de importantes autoridades brasileiras. A própria presidente Dilma Rousseff afirmou que uma eventual ajuda à Europa poderia ocorrer via FMI, mas desde que respeitadas as reformas aprovadas em 2010, que elevaram a fatia dos emergentes no Fundo. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, também faz coro.
Na próxima semana, Dilma e Mantega vão participar da reunião do G20 --grupo com as vinte mais importantes economias do mundo--, onde vai ser discutida a situação global.
Em um encontro prévio, nesta semana, autoridades europeias chegaram a um acordo sobre medidas para enfrentar a crise de dívida soberana no continente e solicitaram ajuda dos emergentes.
Um assessor próximo à Dilma argumenta que o G20 já representa melhor o desenho da nova geopolítica mundial, mas isso ainda não se transferiu para estruturas formais como a Organização das Nações Unidas (ONU), o FMI, o Banco Mundial e outros organismos. Isso poderia acontecer agora.
MEDIDAS NÃO RECESSIVAS
Na avaliação do governo brasileiro, o receituário de demissões em massa de funcionários públicos, adotado nas economias com maiores dificuldades na Europa, não soluciona o problema. Esse deve ser o tom do discurso de Dilma na reunião do G20 e nas conversas bilaterais que terá antes da cúpula.
Em Bruxelas, no início de outubro, Dilma já havia se posicionado contra "ajustes fiscais recessivos" para enfrentar as turbulências.
Especialistas também concordam que o Brasil tem de aproveitar o momento para fortalecer sua posição na cena externa.
"É um momento propício para uma guinada na história, já que os países emergentes estão saindo em socorro da Europa", disse o embaixador Roberto Abdenur, que ocupou o comando da diplomacia nos Estados Unidos e na China.
O professor Antonio Jorge Ramalho, do Departamento de Relações Internacionais da Universidade de Brasília (UnB), ressalta que o atual governo tem adotado uma política externa mais discreta, com uma atuação mais de bastidor do que a vista na administração do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Nem por isso a estratégia é menos eficiente.
Para ele, a crise tem dado ao país oportunidade de ganhar terreno também na área de cooperação internacional. Com os países ricos sofrendo restrições orçamentárias, o Brasil tem aumentado presença em lugares como África e Haiti por meio de acordos de cooperação, muitas vezes em articulação com outros emergentes.
"O governo está conseguindo ocupar espaços",  afirmou o professor.
Para diplomatas de representações estrangeiras, nas questões políticas o Brasil ainda tem posição frágil e até agora não conseguiu estar à frente das discussões. No entanto, o pedido dos líderes europeus mostra que o país está em outro patamar nas questões econômicas da arena internacional.
"Têm algumas coisas que o Brasil não faz e deveria fazer. Por exemplo, tomar iniciativa de ajudar países não só com dinheiro, mas remédio, alimento --e não esperar uma coordenação internacional", disse um dos diplomatas, sob condição de anonimato.
Segundo uma fonte do Itamaraty, o Brasil quer ter papel de protagonista, participando de detalhes das discussões, e não ficar escanteado. "Não queremos ser chamados para assinar o acordo e posar para a foto", disse.
(Colaboraram Patrícia Duarte, em São Paulo, e Isabel Versiani, em Brasília)

 

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Sobre os problemas do ENEM



Relembrando os fatos:

2009:



2010:


2011:


Nos últimos 3 anos o Enem teve problemas sérios. A dúvida que fica é: Será que é boicote ou pura incompetência mesmo?
Seja qual for a justificativa, os alunos não podem ficar reféns de um sistema tão falho.
É um erro anular somente a prova dos alunos de uma escola. O correto seria anular totalmente a prova desse ano e punir severamente os envolvidos no vazamento.
Parece que várias manifestações já estão sendo preparadas, mas pelo que já vi pelo Brasil, será a mesma coisa: cartazes, nariz de palhaço, gritos de ordem, enfim...
O fundamental é que os alunos saiam mesmo para as ruas e que busquem justiça, mas procurem agir com inteligência, porque repetir os mesmos protestos dos anos anteriores nós já vimos que não adianta.
 


quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Vazamento da prova do Enem (?)


O Fato (ou seria a acusação?):

MPF recomenda ao MEC a anulação do Enem por suposto vazamento

O Ministério Público do Ceará afirmou nesta quarta-feira (26/10) que vai encaminhar ao Ministério da Educação uma recomendação para a anulação do Enem em todo o país. Em nota, o procurador Oscar Costa Filho disse ter sido procurado por candidatos do exame e que constatou a existência de 13 questões idênticas, literalmente copiadas de um simulado elaborado na cidade de Fortaleza e encontradas nas provas do Enem.

Segundo o procurador, a apostila que um colégio de Fortaleza teria distribuído a alunos teria 13 questões idênticas ao que caiu nas provas do Enem:  no 1º dia, prova amarela, nº 87, 46, 50, 74, 57, 34, 33, 32 e 2º dia, prova amarela, 113,180, 141, 173 e 154. O G1 teve acesso ao material de estudo e constatou pelo menos 11 questões idênticas.
O MEC afirmou ao G1 que não recebeu ainda a solicitação do MPF. Por meio de sua assessoria de imprensa, o Ministério da Educação afirmou: "O Ministério da Educação e o Inep (autarquia do MEC que organizou o Enem) continuaram acompanhando o tráfico de informação na rede social mesmo após a aplicação das provas. As informações veiculadas com maior intensidade nesta terça-feira por estudantes de Fortaleza dando conta de que estudantes do Colégio Christus teriam recebido apostilas com questões semelhantes à do exame nos obrigou a revisar todas as medidas de segurança da aplicação da prova de Fortaleza. Não há nenhum registro de vazamento de problemas de logística, de que nenhum vazamento tenha saído da prova, a prova foi serena".
Ainda afirma o MEC: "Na manhã desta quarta-feira (26), o Ministério da Educação e o Inep, por volta de 7h, dado o grande movimento que circulou na rede social a partir dos estudantes de Fortaleza, acionou a Polícia Federal para investigar as origens da informações".
Segundo o Inep, 639 estudantes do Colégio Christus fizeram a prova do Enem. Em caso de comprovação de alguma irregularidade, estes candidatos poderão ter de fazer novamente as provas do Enem. O Inep vai aplicar o exame no final de novembro para pessoas privadas de liberdade, e seria possível estender esta prova a outros estudantes.
Em nota, o MPF do Ceará diz: "O problema se repete, apresentando mais uma vez, um caso de vazamento de provas. Sem necessidade de recorrer à Justiça, o MPF considera a importância da investigação pela Polícia Federal para apurar os responsáveis, mas entender que já há provas constituídas para determinar uma atitude do MEC quanto à irregularidade, que não é mais pontual, atinge todos os inscritos no país. "É necessário que se imponha, de uma vez, a constitucionalidade no Enem, que significa o direito de recorrer em caso dos candidatos se sentirem prejudicados", explica o procurador."
O MEC nega que tenha ocorrido vazamento das provas do Enem.

Fonte: Portal G1

 

A Opinião: 

Os brasileiros reclamam da corrupção dos políticos mas aceitam qualquer falcatrua para se dar bem. Alguns dirão que são poucas questões, mas quem garante que não houve um total direcionamento para que os alunos resolvessem as outras?

Atitudes como essa colocam em xeque a credibilidade dessa avaliação. Será que além das cotas por etnia e para estudantes de escola pública, os candidatos terão que se adequar também a cota para corruptos?

Em 5 milhões de provas é muito difícil realmente que não haja nenhum problema, vamos ver com calma se o vazamento é confirmado e qual será a postura do MEC.

E nesse caso, não adianta culpar apenas o Governo Federal. A sociedade brasileira tem esse vício nojento.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Os jovens e os refrigerantes


O Fato:


Refrigerante pode ser causa de comportamento agressivo em jovens

Um estudo estadunidense publicado nesta segunda-feira na revista "Injury Prevetion" concluiu que o uso abusivo do refrigerante está relacionado com o comportamento violento em jovens. De acordo com a pesquisa, a bebida pode aumentar em 15% a chance de conduta agressiva.
Foram observados adolescentes que bebem mais de cinco latas por semana de refrigerantes não-dietéticos. Estes, devido ao perfil de consumo estariam mais propensos à atitudes violentas, como portar armas e cometer agressões. A pesquisa foi realiza com 1.878 adolescentes, com idades entre 14 e 18 anos, por 22 escolas públicas de Boston.
Os jovens foram divididos com perfis de consumos diferentes. Aqueles classificados como baixo consumo e alto consumo, de acordo com o número de latas de refrigerante consumidas por semana. Do total, um terço ficou dentro da última categoria.
A pesquisa também realizou entrevistas a respeito do comportamento dos adolescentes com parentes e amigos. Porém, o perfil individual do consumir também pode afetar nos resultados da pesquisa, como gênero, consumo de tabaco, álcool e padrão de sono.
"Pode haver uma relação direta causa-efeito, talvez devido ao conteúdo de açúcar ou cafeína nessas bebidas, ou pode haver outros fatores, não analisados ainda, que relacionem alto consumo de refrigerantes a agressão", aponta o estudo.

Fonte: sidneyrezende.com


A Opinião:
Chegou o século XXI e, o que era muito difícil de ser entendido, está quase indecifrável: O comportamento dos adolescentes.
Para entender melhor é fundamental compreender alguns aspectos que mudaram a rotina da sociedade. Vamos a alguns e estamos abertos a sugestões nos comentários:
1- A alimentação mudou, passamos a consumir mais produtos industrializados e semi-prontos, repletos de cafeína, açúcar, sódio e os aromatizantes para dar cor e sabor. Deixando de lado alimentos naturais, logicamente mais saudáveis. A indústria alimentícia literalmente se alimenta da nossa fome por novidades e total desprezo pelo conhecimento. É gostoso? Então não importa se faz mal.
2- As famílias estão ficando reduzidas, muitos são filhos únicos, outros possuem apenas um irmão. Dessa forma, surge uma geração que "não convive" com irmãos, primos, amigos, enfim...precisam suprir essa carência com bens materiais que não aceitam dividir, simplesmente porque não sabem.
3- A tecnologia ampliou o conforto e o sedentarismo. Para que sair se tudo chega nas suas mãos? Criamos uma geração mal acostumada. 
4- As ideias difundidas por novas e "geniais" pesquisas, que praticamente proíbem as crianças de sofrer. E ai daqueles que causarem sofrimento. Banalizamos a hiperatividade e o déficit de atenção, além de amplificarmos os efeitos nocivos das gozações dos colegas sob o nome de bullying. Tudo traumatiza, tudo faz mal, compreenda as crianças, são apenas fases que não podem ser puladas ou mesmo interrompidas. Cada um aprende ao seu ritmo. Enfim, temos uma sociedade em formação que não é capaz de assumir os próprios erros. É como se a parte mais forte do corpo nesse século fosse o dedo indicador.
5- A terceirização da educação é grave também. Para que estar do lado do filho e ensinar coisas novas? Deixe com os DVDs "Xuxa só para baixinhos". Os responsáveis dizem: "É ótimo, meu filho já sabe todas as letras e dança todas as músicas". Se colocarmos na ponta do lápis, muitas crianças passam mais tempo na frente da televisão e de outros aparelhos eletrônicos do que com os pais. Quando crescem um pouco chega a hora de fazer natação, balé, inglês, futebol, música e depois dessa maratona toda...terapia. 
Enfim, acredito que difícil não é entender o comportamento adolescente, mas sim o dos adultos, que se fazem de cegos deixando tudo acontecer diante dos seus olhos e ainda dizem não saber mais o que fazer. A culpa é do refrigerante....pronto! Tão simples! #Ironiamodeon

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Lixo hospitalar é um bom negócio?


O (absurdo) Fato:

Empresa que importou lixo hospitalar é multada em R$ 6 milhões

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) multou em R$ 6 milhões a Império do Forro de Bolso, empresa têxtil pernambucana responsável por importar toneladas de lixo hospitalar dos Estados Unidos. A companhia dona do navio que trouxe os dois contêineres apreendidos no Porto de Suape nos dias 11 e 13 de outubro, a companhia marítima Hamburg Süd será multada em R$ 2 milhões.

O órgão ambiental aplicou multa de R$ 2 milhões a cada um dos três estabelecimentos da Império do Forro de Bolso interditados nas últimas semanas: dois galpões e uma loja localizados nas cidades de Santa Cruz do Capibaribe, Caruaru e Toritama. Em nota, o Ibama informou que as multas se devem a danos causados ao meio ambiente pelo material irregular, classificado como potencialmente infectante pela legislação sanitária brasileira.
Ainda na nota, o órgão defende que os dois contêineres, com cerca de 46 toneladas de tecido com a logomarca de hospitais norte-americanos e manchas que o Instituto de Criminalística de Pernambuco analisa para saber se são de sangue, devem ser devolvidos aos Estados Unidos.
Já as cerca de 25 toneladas encontradas na loja e nos galpões da Império do Forro não podem, segundo o Ibama, ser devolvidos e devem ser incinerados por uma empresa especializada. O material encontrado nos estabelecimentos é, provavelmente, proveniente de seis contêineres que a Império do Forro recebeu este ano da mesma exportadora norte-americana e que não foram inspecionados pela alfândega.
Procurada pela Agência Brasil para se manifestar sobre a multa, a empresa Hamburg Süd não se pronunciou.
Fonte: Portal Ig
 
Abaixo um vídeo antigo da apreensão:
A Opinião:

Até o ser humano é capaz de ir para ganhar dinheiro? Qual é o limite da ganância? 
Esse caso é uma prova explícita do que a ganância faz com o ser humano, mas o dia-a-dia nos mostra pequenas atitudes tão cruéis quanto essa.
Cito a venda de cigarros. Faz mal, mata, não traz benefícios aos seres humanos (tanto os fumantes quanto os não fumantes), mas continuam vendendo.
O Ibama fez a parte que lhe cabe, mas muitas empresas mesmo sendo multadas continuam agindo de maneira irregular, porque mesmo multadas, o negócio ainda vale a pena.
E o consumidor precisa pensar antes de comprar. Nada pareceu errado? Nem o preço? Quando o mole é demais o santo desconfia.

domingo, 23 de outubro de 2011

A situação da Líbia


Os Fatos:

CNT diz que lei islâmica será a base de novo governo da Líbia

O líder do Conselho Nacional de Transição (CNT) da Líbia, Mustafa Abdel Jalil, disse neste domingo que a sharia (lei islâmica) deve ser a base para o novo governo da Líbia. "Qualquer lei que contradiga a sharia islâmica é nula e vazia, legalmente falando", disse Jalil, durante a cerimônia em que o governo interino declarou oficialmente a libertação do país.

A cerimônia aconteceu em Benghazi, berço da revolta contra o regime ex-líder Muamar Kadafi, diante de milhares de pessoas. Kadafi foi morto na última quinta-feira, depois de ser capturado pelas forças do CNT, apoiadas pela Otan, em sua cidade natal, Sirte. No entanto, o governo interino sofre pressão para dar início a uma investigação sobre o momento da morte do ex-líder líbio.
Nesta sexta-feira, a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, reforçou o pedido de inquérito sobre as circunstâncias em que Khadafi foi morto. Hillary disse que, apesar de entender o alívio do povo líbio, ninguém quer ver um ser humano nestas condições, referindo-se às imagens que mostram Khadafi com forte sangramento e pedindo por sua vida.
Durante a cerimônia, o vice-diretor do CNT, Abdel Hafiz Ghoga anunciou que a Líbia havia sido libertada, dizendo: "Declaração de liberação. Levante sua cabeça. Você é um líbio livre". Em seguida, milhares de vozes repetiram a frase "Você é um líbio livre" em uníssono.
O líder do CNT, Abdel Jalil ajoelhou-se para agradecer a Deus pela vitória diante da multidão e pediu por perdão, reconciliação e unidade no país. "Hoje nós somos uma só carne nacional. Nos tornamos irmãos unidos como não éramos no passado", disse.
Ele agradeceu a todos os que fizeram parte da revolução, incluindo os jornalistas que a apoiaram, e desejou sorte aos manifestantes anti-governo na Síria e no Iêmen.
Ele disse ainda que rejeitaria quaisquer leis que vão contra os princípios da lei islâmica, citando como exemplo a lei sobre poligamia que é vigente no país.
"Um exemplo é a lei de casamento e divórcio, que restringe a possibilidade de ter múltiplas esposas. Essa lei vai contra a sharia islâmica e será rejeitada."
Jalil foi aplaudido pela multidão ao mencionar a lei e disse ainda que o governo reformaria o sistema bancário, que também deve estar em conformidade com a sharia. O secretário-geral da Otan, Anders Fogh Rasmussen, comemorou a declaração de liberdade e pediu "uma nova Líbia inclusiva, baseada na reconciliação e no total respeito pelos direitos humanos e pela lei".
Ele afirmou também que a Otan manteria sua "capacidade de responder às necessidades dos civis, se necessário". Horas antes, o primeiro-ministro interino da Líbia, Mahmoud Jibril, diz que eleições parlamentares devem acontecer até junho de 2012. Segundo ele, os parlamentares eleitos deverão elaborar uma constituição que será votada em um referendo popular e formarão um governo interino até as eleições presidenciais.
Ainda não há informações confirmadas sobre o paradeiro de Saif al-Islam, considerado possível sucessor de Khadafi, e do temido chefe de segurança do coronel.
Enquanto isso, o corpo de Khadafi e de seu filho Mutassim, também morto na quinta-feira, foram levados para um contêiner refrigerado em Misrata e exibidos à população, que formou longas filas do lado de fora.
Segundo fontes médicas, uma autópsia foi realizada neste domingo, concluindo que Khadafi morreu com um tiro na cabeça.
Os corpo devem agora ser entregues a integrantes de sua tribo para serem enterrados, segundo o porta-voz do CNT, Mustafa Goubrani.
No sábado, o comandante das forças que capturaram Khadafi assumiu a responsabilidade pela morte do ex-líder.
Em entrevista exclusiva à BBC, Omran el Oweib disse que o coronel foi arrastado para fora do cano de drenagem onde ele foi encontrado, deu cerca de dez passos e caiu no chão ao ser atacado por um grupo de combatentes furiosos.
O premiê interino, Mahmoud Jibril, disse à BBC que queria que Khadafi não tivesse sido morto.
Ele também afirmou ser a favor de de uma investigação completa sobre as circunstâncias da morte do coronel, como defende a ONU.
Muamar Khadafi, que chegou ao poder após um golpe em 1969, foi derrubado em agosto, após meses de combates.


Veja os principais fatos do governo de Muamar Kadafi

O líder deposto da Líbia Muamar Kadafi, morto nesta quinta-feira, passou 42 anos no poder e se tornou o líder com mais tempo de governo tanto na África quanto no mundo árabe.
Kadafi foi deposto em agosto, após sete meses de protestos e conflito armado na Líbia, quando forças do Conselho Nacional de Transição (CNT), órgão político dos rebeldes e hoje governo interino do país, tomaram o controle da capital, Trípoli.
Veja os principais fatos da era Kadafi:
1o de setembro de 1969: Movimento dos Oficiais Livres, liderado por Muamar Kadafi, expulsa o rei Idriss e instala o Conselho de Comando da Revolução. Kadafi assume o poder.
1973: Líbia ocupa a Faixa de Auzu (norte do Chade) até 1994. Neste período, as forças líbias intervêm várias vezes no conflito do Chade.
Setembro de 1976: Publicação do "Livro verde" de Kadafi, na qual explica sua filosofia política, apresentando uma alternativa nacional ao socialismo e ao capitalismo, combinada com aspectos do islamismo.
Março de 1977: Kadafi cria o conceito de "Jamahiriya" ou "Estado das massas", em que o poder é exercido através de milhares de "comitês populares". A teoria alega também resolver as contradições inerentes no capitalismo e comunismo, para colocar o mundo em um caminho de revolução política, econômica e social e libertar os povos oprimidos.
8 de janeiro de 1986: Washington põe fim nas relações econômicas com a Líbia e pede que Kadafi seja tratado "como um pária", acusado de estar envolvido em atentados contra Roma e Viena em dezembro de 1985
14 de novembro de 1991: Dois líbios são acusados de participação em um atentado contra um Boeing da PanAm em Lockerbie, na Escócia, que aconteceu em dezembro de 1988 e deixou 270 mortos). Em 2001, Abdelbaset Ali al-Megrahi é condenado à prisão perpétua por um tribunal escocês. Em 2009, é libertado.
31 de março de 1992: Líbia sofre embargo aéreo e militar da ONU, seguido de sanções econômicas. As últimas sanções foram retiradas em 2003 após um acordo de compensação às famílias das vítimas de Lockerbie.
1995: Expulsão de mais de 300 mil estrangeiros "em situação irregular". Em 1985, Trípoli expulsou 30 mil trabalhadores tunisianos, o que provocou a ruptura das relações diplomáticas com a Tunísia até 1987.
10 de março de 1999: Justiça francesa condena à prisão perpétua seis agentes líbios acusados de serem os autores do atentado ao DC-10 francês de UTA no Níger, que deixou 170 mortos em 1989.
19 de dezembro de 2003: Trípoli renuncia ao desenvolvimento de armas de destruição em massa.
9 de janeiro de 2004: Acordo de indenização das famílias das vítimas do DC-10.
2005: Várias companhias petrolíferas, principalmente americanas, retomam suas operações na Líbia.
15 de maio de 2006: Restabelecimento das relações diplomáticas completas com Washington. Retirada da Líbia da lista americana dos Estados que apoiam o terrorismo.

A Opinião:
Hoje parece não haver mais a necessidade de julgamento. Os detentores dos meios de comunicação fazem isso pelo mundo e a população simplesmente comemora a morte de um ser humano que sequer conheceram.
É a sede de sangue, não estou aqui para defender o ditador que criou em Março de 1977 o conceito de "Estado das massas", em que o poder é exercido através de milhares de "comitês populares". Numa das grandes contradições desse caso. 
Apenas gostaria de ver o julgamento, conhecer os fatos que o levaram a ser assassinado.
De qualquer forma é a virada de Barack Obama que faz 2 a 1 no George W. Bush com gols de Osama Bin Laden e Muamar Kadafi para o time do Obama e de Saddam Hussein para o Bush.

 



sábado, 22 de outubro de 2011

A esperança nas crianças



Essas imagens valem uma reflexão:


Como é bom ver um coração puro trabalhando pelo próximo. Como é bom perceber que ainda há esperança e que gestos simples fazem a diferença.
As crianças nos ensinam velhas coisas novas a todo momento. A bondade e a solidariedade que podem ser vistas nesse vídeo é algo facilmente observado nas crianças, basta deixarmos elas lado a lado, ainda que não se conheçam.
Apenas gostaria de saber em que momento os seres humanos perdem esse dom? Quando paramos de confiar no próximo? Quando paramos de nos importar com o próximo? Em que momento o egoísmo, a crueldade, a inveja, o ódio entram nas nossas vidas?
Olhem essas crianças e relembrem os bons sentimentos que as vezes esquecemos que possuímos.
"Eu fico com a pureza da resposta das crianças. É a vida, é bonita e é bonita!" (Gonzaguinha)

ENEM - lembretes



O Fato:

Enem: candidato deve prestar atenção ao horário de verão

Todos os anos, muitos candidatos deixam de fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) porque chegam atrasados aos locais de prova. Os portões são fechados às 13h (horário de Brasília) e não há tolerância. Por isso, o Ministério da Educação (MEC) recomenda que o estudante chegue ao local de prova com uma hora de antecedência, quando os portões são abertos. Outro cuidado que o participante deve ter é com o horário de verão e com as diferenças de fuso horário.
Os portões são fechados impreterivelmente às 13h, pelo horário de Brasília, onde vigora o horário de verão. O mesmo ocorrerá em Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Santa Catarina, no Espírito Santo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul, na Bahia e no Arquipélago de Fernando de Noronha.
Já nos Estados do Nordeste, no Amapá, Pará, Tocantins, em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul os portões serão fechados às 12h (horário local). No Acre, Amazonas, em Rondônia e em Roraima, que estão duas horas atrasados em relação a Brasília, os portões fecham às 11h (horário local).
Mais de 5 milhões de candidatos deverão comparecer neste fim de semana às 150 mil salas de prova para participar da maior edição do Enem desde a sua criação, em 1998. As provas terão início às 13h (horário de Brasília). No sábado, os candidatos responderão a questões de Ciências Humanas e da Natureza. Já no domingo, de Matemática e Língua Portuguesa, além da redação.
A partir do resultado da prova do Enem, os alunos se inscrevem no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e podem pleitear vagas em instituições públicas de todo o País. A participação no Enem também é pré-requisito para os estudantes interessados em uma bolsa do Programa Universidade para Todos (ProUni). Os benefícios são distribuídos a partir do desempenho do candidato no exame e podem ser integrais ou parciais, dependendo da renda da família. Para participar do programa é preciso ter cursado todo o Ensino Médio na rede pública.
Todos os anos, várias pessoas se inscrevem para o Enem, mas o que muitos não sabem (e infelizmente acabam sabendo na hora) é que existem regras para se fazer a prova, como:
Não usar pagers, celulares, bips e outros aparelhos receptores ou transmissores de mensagens;
Ter em mãos documentos originais com foto e o documento de confirmação de inscrição;
Usar apenas caneta preta feita de material transparente.
Resta apenas desejar boa sorte a quem fez as provas.
Como as Universidades Públicas vão usar o Enem
.
UNIVERSIDADES FEDERAIS
SUDESTE
.
UFABC (Universidade Federal do ABC)
100% das vagas pelo Sisu
.
Ufes (Universidade Federal do Espírito Santo)
Vai usar o Enem 2010 como primeira fase do vestibular
.
UFF (Universidade Federal Fluminense)
Vai preencher parte das vagas pelo Sisu (20% das vagas) – menos as dos cursos de Arquitetura e Letras Francês
.
UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora)
Vai usar o Enem como primeira fase do vestibular. 
.
Ufla (Universidade Federal de Lavras)
Três formas:
Vai preencher parte das vagas pelo Sisu. Primeiro semestre: 615 vagas
Vai usar o Enem como parte da nota para: 410 vagas
Vai preencher todas as vagas do segundo semestre pelo Sisu: 1.025 vagas
.
UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais)
Vai usar o Enem como primeira fase do vestibular
.
Ufop (Universidade Federal de Ouro Preto)
100% das 1.364 vagas pelo Sisu 
.
UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro)
100% das vagas pelo Sisu
.
UFRRJ (Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro)
100% das vagas pelo Sisu 
.
UFSCar (Universidade Federal de São Carlos)
100% das 2.577 vagas pelo Sisu 
.
UFSJ (Universidade Federal de São João Del Rei)
Duas formas:
Vai usar o Enem 2010 como parte da nota (o aluno escolhe se usa a nota da prova de conhecimentos gerais da universidade ou a do Enem).
Vai preencher parte das vagas pelo Sisu (10% das vagas) / Exceto os cursos de Administração Pública, Artes Aplicadas, Música e Teatro -- 10% é igual a 167 vagas.
.
UFTM (Universidade Federal do Triângulo Mineiro)
Vai usar o Enem como parte da nota da primeira fase do vestibular (uso opcional) – 50% da nota
.
UFU (Universidade Federal de Uberlândia)
100% das vagas pelo Sisu, menos as carreiras que têm prova de habilidades específicas
.
UFV (Universidade Federal de Viçosa)
80% das vagas pelo Sisu
.
UFVJM (Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri)
Vai preencher parte 50% das vagas pelo Sisu
Total de vagas 2011 – primeiro semestre – pelo Sisu: 447 vagas
Total de vagas 2011 – segundo semestre – pelo Sisu: 868 vagas
.
Unifal (Universidade Federal de Alfenas)
100% das vagas pelo Sisu
.
Unifei (Universidade Federal de Itajubá)
100% das vagas pelo Sisu
.
Unifesp (Universidade Federal de São Paulo)
Duas formas:
Vai usar o Enem como parte da nota do vestibular misto: 478 vagas
Vai preencher parte das vagas pelo Sisu: 2.291 vagas
.
Unirio (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro)
Vai preencher todas as vagas pelo Sisu (com exceção dos cursos de Artes, que têm testes de habilidades específicas)
.
SUL
.
Furg (Fundação Universidade Federal do Rio Grande)
100%  das 2.439 vagas pelo Sisu
.
UFCSPA (Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre)
100% das 408 vagas pelo Sisu 
.
UFFS (Universidade Federal da Fronteira Sul)
100% das 2.160 vagas pelo Enem 
.
UFPel (Universidade Federal de Pelotas)
100% pelo Sisu
.
UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul)
Usará para compor a nota (opcional). Quem não fizer o Enem tem a nota dividida por 9, quem fizer terá a nota dividida por 10. São 5.290 vagas
.
UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina)
composição da nota final: 30% da nota do Enem e 70% do vestibular. São 5.961 vagas
.
Unila (Universidade Federal da Integração Latino-Americana)
a universidade ainda não tem um posicionamento
.
Unipampa (Universidade Federal do Pampa)
100% das 3.050 vagas pelo Sisu 
.
UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná)
100% pelo Sisu
.
NORDESTE
..
Ufal (Universidade Federal de Alagoas)
100% pelo Sisu
.
UFBA (Universidade Federal da Bahia)
1.460 vagas dos bacharelados interdisciplinares e 95 dos cursos superiores de tecnologia pelo Enem
.
UFC (Universidade Federal do Ceará)
100% pelo Sisu
.
UFCG (Universidade Federal de Campina Grande)
100% das 4.765 vagas pelo Sisu
.
Ufersa (Universidade Federal Rural do Semi-Árido)
100% pelo Sisu: 2.030 vagas (total dos dois semestres, 1.015 em cada)
.
UFMA (Universidade Federal do Maranhão)
100% pelo Sisu
.
UFPB (Universidade Federal da Paraíba)
20% das vagas
.
UFPE (Universidade Federal de Pernambuco)
Vai usar o Enem 2010 como primeira fase do vestibular
.
UFPI (Universidade Federal do Piauí)
100% pelo Sisu
.
UFRB (Universidade Federal do Recôncavo da Bahia)
100% pelo Sisu
.
UFRN (Universidade Federal do Rio Grande do Norte)
Vai preencher 380 das 6.598 vagas em 11 cursos pelo Sisu
.
UFRPE (Universidade Federal Rural de Pernambuco)
100% pelo Sisu
.
UFS (Universidade Federal de Sergipe)
Vai usar o Enem 2010 para preencher vagas remanescentes 
.
Unilab (Universidade Federal da Integração Luso-Afro-Brasileira)
Vai usar a nota do Enem para preencher as vagas para brasileiros
.
Univasf (Universidade Federal do Vale do São Francisco)
Ainda não definiu como vai usar o Enem
..
CENTRO-OESTE
.
UFG (Universidade Federal de Goiás)
20% das vagas pelo Sisu/ 80% pelo vestibular 
.
UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados)
não vai usar a nota do Enem este ano/ vestibular normal em 18 de dezembro
.
UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul)
100% das vagas pelo Sisu
.
UFMT (Universidade Federal de Mato Grosso)
100% pelo Sisu 
.
UnB (Universidade de Brasília)
Não usa o Enem 
.
NORTE
.
Ufac (Universidade Federal do Acre)
2.070 vagas - 100% só com a nota do Enem, sem Sisu
.
Ufam (Universidade Federal do Amazonas)
50% pelo Sisu 50% processo seletivo contínuo (1º, 2º e 3º anos do ensino médio)
.
Ufopa (Universidade Federal do Oeste do Pará)
100% vagas pelo Enem, sem Sisu
.
UFPA (Universidade Federal do Pará)
vai substituir a primeira fase 
.
Ufra (Universidade Federal Rural da Amazônia)
30% pelo Sisu e 70% pelo vestibular
.
UFRR (Universidade Federal de Roraima)
20% das vagas Sisu/ 80% do vestibular
.
UFT (Universidade Federal do Tocantins)
25% das vagas pelo Sisu
.
Unifap (Universidade Federal do Amapá)
50% das vagas pela nota do Enem
.
Unir (Universidade Federal de Rondônia)
2.700 vagas pelo Enem, mas não vai usar Sisu
.
TOP 15 UNIVERSIDADES ESTADUAIS
(organizadas pelo número decrescente de alunos)
.
USP
- Universidade de São Paulo 
Não usa o Enem
.
Unesp - Universidade Estadual Paulista 
Usa a nota do Enem, só se for ajudar o aluno, para compor a nota final. Esta é  composta de 40% da primeira fase, 50 % da segunda e 10% do Enem
.
Uerj - Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Não usa o Enem
.
Uneb - Universidade do Estado da Bahia 
Cerca de 20% das vagas são pelo Sisu. Alguns cursos usam e outros não
.
UEG - Universidade Estadual de Goiás
Não usa o Enem
.
UEA - Universidade do Estado do Amazonas
Não usa o Enem
.
UPE - Universidade de Pernambuco
Não usa o Enem 
.
Uespi - Universidade Estadual do Piauí
Não usa o Enem
.
UEL - Universidade Estadual de Londrina
Usa o Enem somente para vagas remanescentes
.
Uece - Universidade Estadual do Ceará 
Não usa o Enem
.
Unicamp - Universidade Estadual de Campinas
Usará de acordo com as datas de entrega das notas do Enem. Se elas chegarem até 30 de novembro, a nota vai compor 20% da primeira fase e pode ajudar o aluno a passar para a segunda. Se chegarem até 15 de janeiro, a nota entra como 20% na primeira fase, mas só é contada no final do vestibular. Se as notas chegarem depois de 15 de janeiro, o Enem não será usado
.
UEM - Universidade Estadual de Maringá
Não usa o Enem
.
Unemat - Universidade do Estado de Mato Grosso
Não usa o Enem
.
Uema - Universidade Estadual do Maranhão
Não usa o Enem
.
Uern - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte
20% da nota final pode ser complementada pelo Enem, quando beneficiar o candidato
..
.
INSTITUTOS FEDERAIS
..
SUDESTE
..
IFMG - Instituto Federal de Minas Gerais
50% das vagas
.
IFSP
- Instituto Federal de São Paulo
100% pelo Sisu
.
IFES - Instituto Federal do Espírito Santo
100% pelo Sisu
..
IFNMG - Instituto Federal do Norte de Minas
50% das vagas no câmpus Salinas; zero nos outros câmpus 
.
IFRJ - Instituto Federal do Rio de Janeiro
100% das vagas pelo Sisu
.
IFSudesteMG - Instituto Federal do Sudeste de Minas
50% das vagas
.
IFSuldeMinas - Instituto Federal do Sul de Minas
70% das vagas
.
IFTM - Instituto Federal do Triângulo Mineiro
O aluno pode comparar o Enem com o vestibular e usar a melhor nota
.
IFF - Instituto Federal Fluminense
O curso superior de Licenciatura em Ciências da Natureza com habilitação em Física ou Química ou Biologia ofertará 40 vagas para o primeiro semestre de 2012ª - das 40 vagas, 50% serão pelo Sisu 
.
SUL
.
IFC - Instituto Federal Catarinese
50% das vagas pelo Sisu
.
IFSC - Instituto Federal de Santa Catarina
30% das vagas  pelo Sisu
.
IFPR - Instituto Federal do Paraná
cursos de licenciatura: 50% pelo Sisu; nos outros cursos, 100% das vagas pelo Sisu.
.
IFRS - Instituto Federal do Rio Grande do Sul
50% das vagas pelo Sisu, mas “isso ainda não é oficial”, segundo assessoria
.
Instituto Federal Farroupilha
30% das vagas pelo Sisu
.
IFSUL - Instituto Federal Sul-RioGrandense
50% das vagas pelo Sisu
.
NORDESTE
.
Ifal - Instituto Federal de Alagoas
100% pelo Sisu
.
IFBaiano - Instituto Federal Baiano
100% pelo Sisu
.
IFBA - Instituto Federal da Bahia
50% das vagas
.
IFCE -  Instituto Federal do Ceará
100% pelo Sisu
.
IFMA - Instituto Federal do Maranhão
100% pelo Sisu
.
IFPB - Instituto Federal da Paraíba
100% pelo Sisu
.
IFPE - Instituto Federal de Pernambuco
100% pelo Sisu
.
IFSertão - Instituto Federal do Sertão Pernambucano
100% pelo Sisu
.
IFPI - Instituto Federal do Piauí
100% das vagas
.
IFRN - Instituto Federal do Rio Grande do Norte
“vão tentar” usar 100% das vagas pelo Sisu, segundo assessoria
.
IFSE - Instituto Federal de Sergipe
50% pelo Sisu e 50% pelo vestibular institucional
. .
CENTRO-OESTE
..
IFB - Instituto Federal de Brasília
10 vagas no curso de técnico em Agroecologia
.
IFGO - Instituto Federal de Goiás
20% das vagas
.
IFGoiano - Instituto Federal Goiano
50% das vagas, sendo 30% pelo SISU e 20% por entrada direta
.
IFMT - Instituto Federal de Mato Grosso
Não usa o Enem
.
IFMS - Instituto Federal de Mato Grosso do Sul
100% das vagas
.
NORTE
.
Ifac - Instituto Federal do Acre
100% pelo Sisu
.
Ifap - Instituto Federal do Amapá
100% pelo Sisu
.
Ifam - Instituto Federal do Amazonas
100% pelo Sisu
.
IFPA - Instituto Federal do Pará
100% pelo Sisu
.
IFRO - Instituto Federal de Rondônia
10% das vagas pelo Sisu
.
IFRR - Instituto Federal de Roraima
100% pelo Sisu
.
IFTO - Instituto Federal do Tocantins
50% das vagas pelo Sisu