Google+ Seguidores

Leitura sem fronteiras - Tradutor

sábado, 10 de novembro de 2012

Futuro da economia global


O Fato? (Na verdade melhor seria dizer, a teoria):


Futuro da economia global até 2060 é explicado em 3 minutos


Em pouco mais de 3 minutos, a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) se propôs a explicar os principais destaques nos rumos da economia global até 2060.
A organização produziu um vídeo a partir de um relatório de projeções divulgado nesta semana e trouxe nas imagens os destaques para as principais economias do globo.
Segundo a organização, a economia global deve crescer anualmente cerca de 3% pelos próximos anos, mas com uma expansão muito mais acelerada nas economias emergentes do que nas desenvolvidas.
O vídeo também explica que o PIB dos Estados Unidos, que hoje corresponde a 23% da economia global, deve encolher sua participação e ser ultrapassado pelo da China até 2030.
Fonte: Exame.com
Assistam ao vídeo abaixo:
A Opinião:
É extremamente complicado prever o que acontecerá nas próximas décadas, seria até leviano dizer que eles estão corretos. O estudo da OCDE aponta algumas tendências e serve de alerta para as nações desenvolvidas.
Deve-se lembrar também que não basta ser a principal potência econômica para ser a nação hegemônica mundial. A influência política, cultural e o poderio militar também contam. Assim, não adianta afirmar que a China será a nova potência mundial e os Estados Unidos ficarão para trás, é preciso mais do que uma economia mais forte, é preciso influência.
Alguns detalhes não podem passar despercebidos, são eles:
1- Os países com população numerosa tem atraído muitos investimentos devido a mão de obra barata, assim, o excesso de pessoas que era visto como um desastre no passado acabou se tornando um importante fator de atração de empresas. Quanto maior a população, maior o cadastro de reserva, por conseguinte, maior o número de desempregados e menores serão os salários.
2- Os países com população envelhecida estão sendo apontados como os que enfraquecerão as suas economias nos próximos anos, mas parece que o estudo está esquecendo de analisar as possíveis mudanças nas políticas migratórias desses países. Em muitos, o imigrante que antes era detestado pode passar a ser necessário, para suprir a carência da mão de obra jovem.
3- Os conflitos (manipulados ou não) podem ter influência decisiva no futuro quadro econômico, a Primavera Árabe foi importante para os países desenvolvidos, afinal, os países do norte da África controlam parte do Mar Mediterrâneo, importante para o escoamento da produção de petróleo do Oriente Médio para a Europa e Estados Unidos. Pelo mesmo motivo, a Síria se torna a bola da vez por estar no caminho entre o petróleo do Iraque e os sedentos mercados europeu e norte americano. Vejam o mapa abaixo:
4- Os programas assistencialistas do governo brasileiro (Bolsa Família, Brasil Carinhoso e outros) acabam incentivando a natalidade entre os mais pobres, podendo ser benéfico para o Brasil no futuro, pois não permitirá a escassez de mão de obra jovem.
Por esses e por outros motivos impossíveis de prever ou mesmo de listar é que previsões como essa são furadas. Mas vale a pena a reflexão e o debate.

Nenhum comentário:

Postar um comentário