Google+ Seguidores

Leitura sem fronteiras - Tradutor

domingo, 12 de maio de 2013

Licenças médicas do Senado


O Fato:


Licenças médicas do Senado somam 87,5 mil dias em 2 anos, diz jornal


Apesar dos discursos por moralização e transparência dos gastos públicos, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), não tem citado a concessão de licenças médicas aos colegas de Congresso. Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, entre 2011 e 2012, servidores e funcionários comissionados do Senado tiraram 87,5 mil dias de licenças. Dados inéditos apontam que, desde o início da atual legislatura, cada trabalhador da Casa afastou-se por motivo de saúde em média por 14 dias.
O levantamento aponta que a maioria das licenças entre 2011 e 2012 foram tiradas por servidores efetivos. Considerando o salário médio desses servidores em abril – de R$ 19 mil -, o Senado gastou no período cerca de R$ 50 milhões por dias não trabalhados por seus servidores efetivos nos últimos dois anos. Após 15 dias de afastamento, os servidores do Senado continuam recebendo o salário normalmente, após passar por uma avaliação médica. Já o “trabalhador comum” é encaminhado para uma perícia do INSS, que pode ou não liberar o auxílio-doença.
Fonte: Jornal do Brasil

A Opinião:
Antes dos senadores serem eleitos, eles fazem parte da nossa sociedade e assim como na sociedade existem os bons e existem os maus. Mas independente disso, já passou da hora de tornarmos o legislativo brasileiro menos deficitário e nocivo aos cofres públicos e aos interesses da nação.
Notícias como essa sujam a imagem de uma instituição que deveria primar pela honestidade e pelo trabalho. Além disso, colocam no mesmo saco senadores honestos e trabalhadores e aqueles que só querem saber de "se dar bem".
Na nossa sociedade não é diferente. Quando uma notícia como essa surge, é muito comum ouvir comentários do tipo: "Por isso que vou ser senador", ou seja, poucos querem lutar por um Brasil melhor e muitos querem apenas "garantir o seu".
Os bons (senadores e civis) precisam cada vez mais levantar a voz para que essa mamata acabe ou pelo menos chegue a níveis toleráveis, afinal o egoísmo é uma característica muito comum entre os seres humanos e seríamos inocentes demais se acreditássemos que um dia seremos todos honestos e lutaremos pelo bem comum.

3 comentários:

  1. "Notícias como essa sujam a imagem de uma instituição que deveria primar pela honestidade e pelo trabalho. Além disso, colocam no mesmo saco senadores honestos e trabalhadores e aqueles que só querem saber de "se dar bem"".
    Ok, ok, nem todo mundo é mau.
    Mas infelizmente notícias como essa me fazem desacreditar no Brasil.
    A humanidade, de um modo geral, tenta tirar vantagem em tudo, é verdade. Mas o que vemos no país é o cúmulo da desonestidade.
    Precisamos mudar isso, e só então mudaremos o pensamento do povo.
    Insistem em querer "mudar as crianças para mudar o futuro". A verdade é que temos que mudar os adultos.
    Pois estes, sim, dão os exemplos às crianças.

    ResponderExcluir
  2. É muita cara de pau isso que fazem com o povo

    ResponderExcluir
  3. Eles não fazem nada, claro, além de roubar todos nós e ainda pedem licensas falsas para médicos que concertezas também são corruptos para faltarem o trabalho, depois fazem promessas que não são cumpridas dando esperança para aqueles que não tem conhecimento do assunto

    Matheus,13 anos

    ResponderExcluir