Google+ Seguidores

Leitura sem fronteiras - Tradutor

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Portugal cancela 4 feriados


O Fato:



Portugal cancelou quatro de seus 14 feriados como forma de combater a crise econômica.
Duas festas religiosas - o Dia de Todos os Santos, em 1º de novembro, e Corpus Christi, 60 dias após a Páscoa - e outros dois feriados - em 5 de outubro, dia que comemora a formação da República portuguesa em 1910, e o dia 1º de dezembro, que marca a independência de Portugal da Espanha em 1640 - foram suspensos por cinco anos a partir de 2013.
A decisão sobre quais feriados católicos seriam cortados foi negociada com o Vaticano.
O governo português já havia reduzido os salários dos funcionários públicos e elevado os impostos para diminuir o déficit orçamentário do país e lidar com a crise.
Portugal fechou um acordo, no ano passado, para receber um pacote de 78 bilhões de euros da União Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional.
O país espera agora que a suspensão dos feriados aumente a competitividade e impulsione a atividade econômica.
Fonte: BBC Brasil


A Opinião:

Será que o corte dos feriados pode amenizar a Crise na Europa? O governo português está tentando solucionar a crise com aumento de impostos, corte de gastos e agora com aumento de trabalho. São tentativas válidas e se obtiverem êxito poderão ser copiadas por outros países europeus.
É importante notar que os feriados religiosos "comerciais" não foram abolidos por aquecerem a economia, ninguém é louco de cancelar, por exemplo, o Natal. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário