Google+ Seguidores

Leitura sem fronteiras - Tradutor

domingo, 8 de abril de 2012

Chuvas na Região Serrana


O Fato:



Prefeito de Teresópolis promete relocar mais de 10 mil famílias

O prefeito de Teresópolis, Arlei de Oliveira Rosa (PMDB), disse na manhã deste domingo, em entrevista ao canal Globo News, que a cidade precisa começar a se preparar de maneira mais eficiente para enfrentar as chuvas, com obras de prevenção. 
"Tem que começar, não dá para esperar mais", disse o prefeito ao falar da remoção das famílias que ainda moram em áreas de risco da cidade. "Vamos fazer um projeto para tentar relocar essas famílias. São mais de 10 mil casas, é um projeto muito grande, mas o governo do Estado (Sérgio Cabral) já se comprometeu a ajudar a resolver. São muitas obras irregulares (...), mas agora nós estamos fiscalizando", completou.
Segundo Arlei, a prefeitura ainda enfrenta problemas com a falta de dinheiro para o combate às enchentes, desde a grande enchente do ano passado. "O Estado fez algumas encostas e pelo que o governador me falou, vai começar a construção de 1,2 mil casas Fazenda Ermitage (área desapropriada para a construção de moradias)", disse. 
Sobre a participação da prefeitura, Arlei Rosa alegou que ainda sofre com os desfalques nos cofres. "Dos recursos de doações que recebemos (da enchente de 2011),quando eu assumi, não encontramos praticamente nada (...). Da parte da prefeitura não foi feito nada, a situação é muito difícil", falou. De acordo com o prefeito, a cidade tinha 990 pessoas desalojadas e 200 homens trabalhando na limpeza da lama deixada pela chuva.
Cinco pessoas morreram e 15 ficaram feridas em consequência da chuva da última sexta-feira. 
Fonte: Jornal do Brasil

A Breve Opinião:
Depois de uma tragédia anunciada em agosto do ano anterior, ou seja, há praticamente 9 meses, o prefeito fala que é hora de trabalhar com prevenção. Basta dar ouvido aos especialistas que alertaram para essa possibilidade. Além de fazer o dinheiro público ser útil de fato para a população. Infelizmente não aprendemos nada com a experiência passada.


Nenhum comentário:

Postar um comentário