Google+ Seguidores

Leitura sem fronteiras - Tradutor

sábado, 15 de outubro de 2011

Reclamações dos consumidores


O Fato:

Reclamações de consumidores em Twitter e Facebook são mais eficientes

Uma pesquisa revelou que as empresas estão atendendo consumidores insatisfeitos com mais rapidez e eficiência quando as reclamações vêm pelas redes socais, ainda mais efetivamente do que através do Procon ou SACs. O atendimento pelo Twitter pode ser 8 mil vezes mais rápido, e no Facebook, até 1 mil vezes maior.
A pesquisa foi realizada pela Folha.com, e indicou que as reclamações que são feitas pelo Twitter e Facebook são solucionadas em até 24 horas. Enquanto a reclamação feita por telefone levaria, no mínimo, 10 dias para alcançar algum resultado. O atendimento pelo Procon demoraria ainda mais, cerca de um mês.

O medo das empresas é a disseminação das reclamações nas redes sociais. Os protestos dos consumidores podem se espalhar e crescer como uma grande bola de neve e por isso, tem recebido mais atenção das empresas.

Órgãos de defesa do consumidor afirmam que o tratamento deveria ser igual, independente do meio. “Qualquer tentativa da empresa de facilitar o contato é uma alternativa válida, mas isso não pode virar uma forma de discriminação para um tipo de público”, afirmou a gerente de relacionamento do Idec (Instituto de Defesa do Consumidor), Karina Alfano.
Fonte: Notícias Br

A Opinião:

O povo brasileiro gosta muito de reclamar, mas não gosta de burocracia e lentidão. Além disso, o povo brasileiro é bastante acomodado. Pela internet eles conseguem reclamar com mais agilidade e o melhor, sem sair do conforto da casa.
E o boca a boca, que assombra as empresas, se torna muito mais poderoso com as redes sociais.
A comunicação mostra o seu poder, já derrubou o governo no Egito, já fez reduzir o preço da passagem de ônibus em Teresina (PI) e agora resolve mais rápido os problemas dos consumidores.

 

2 comentários:

  1. As empresas tem mais medo da opinião pública negativa do que da Justiça. E por mais que hajam postos do PROCON espalhados pelos municípios, muitos deles não estão interessados em levar os casos a ferro e fogo... 

    ResponderExcluir
  2.  Isso é muito bom.Mostra o poder da redes sociais !

    ResponderExcluir