Google+ Seguidores

Leitura sem fronteiras - Tradutor

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Aniversário dos Supermercados Guanabara


O Fato:

Supermercado Guanabara consegue liminar para reabertura em Niterói

Depois de ficar fechado desde ontem, a loja do supermercado Guanabara em Niterói, conseguiu na Justiça uma liminar para a reabertura do estabelecimento nesta quarta-feira (19/10).
A liminar foi conseguido no plantão judiciário desta quarta-feira, dia 19, e derruba um mandado de segurança contra ato do secretário de segurança e controle urbano do município de Niterói, que embargou administrativamente o funcionamento de uma loja do grupo sob a alegação de transtorno causado ao sistema viário da cidade  em função de promoções realizadas pelo supermercado. 
Segundo o Guanabara, a prefeitura foi cientificada da realização do evento promocional previamente, tendo o supermercado, inclusive, efetuado o pagamento referente ao quadro de apoio móvel operacional para controle de tráfego e conseqüente realização do evento. A empresa afirmou ainda que obteve o “nada a opor” das autoridades públicas locais, tendo cumprido o que determina a legislação.
Fonte: Jornal do Brasil



A Opinião:

O poder público encontrou um álibi para não ser considerado culpado pelo caos no trânsito de uma cidade que cresce muito mais do que se imaginava. A culpa pela desordem não pode ser  apenas das promoções de um supermercado. 
Agora é fato que fazer compras nesse mês no Guanabara é um ato heróico. As pessoas fazem filas para esperar que outros clientes esvaziem os seus carrinhos de compras para poder conseguir um.
Após isso, encaram corredores superlotados e pessoas disputando as últimas mercadorias das prateleiras e enfrentam mais duas filas.
A primeira é a fila do caixa, onde aguardam por mais de duas horas antes de serem atendidos e a segunda é somente para aqueles que precisam de táxi para deixar o local.
O tempo passa, as pessoas começam a discutir, ficam estressadas e começam a se perguntar se vale mesmo a pena enfrentar tudo isso.
Num país onde o poder de compra não é tão grande, com um povo que adora se dar bem, promoções como essa são capazes mesmo de parar o trânsito.


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário